Consórcio Maior Empregabilidade

CME  2020 Apoios

CME discute os desafios do emprego jovem qualificado em tempos de pandemia

Imagem

O Consórcio Maior Empregabilidade, em mais uma reunião sob o mote “Os desafios do emprego jovem qualificado em tempos de pandemia”, recebeu, dia 19 novembro 2020, três convidados que proporcionaram troca de impressões pertinente e complementar com as suas opiniões, reflexões, comentários e informação relevante para os Gabinetes de Promoção de Empregabilidade.

São eles, Paulo Tarso Ayres, Senior Manager da Randstad; Tiago Diniz, Presidente da Federação Nacional das Associações de Estudantes do Ensino Superior Politécnico; e João Pedro Videira, Vogal do Conselho Nacional de Juventude.

Refletimos sobre as questões prementes dos estudantes e da sua transição para o mercado de trabalho, ouvindo a perspetiva das empresas e dos recrutadores, mas também a perspetiva dos estudantes e dos jovens em geral.

Os temas da reunião foram diversificados: as áreas de trabalho com maior recetividade, a importância da utilização proficiente da tecnologia, as novas dinâmicas de funcionamento das empresas (onboarding e trabalho remoto), a geração da pandemia, as desigualdades sociais, a saúde mental, a importância do presencial no ensino e no trabalho, as novas (e velhas) competências, o papel dos gabinetes de promoção de empregabilidade enquanto ponte entre os estudantes e as empresas.

CME recebe a Organização Internacional do Trabalho

OIT site

No dia 13 de outubro de 2020, o CME recebeu a Dra Mariana Pereira – Perita Associada da Organização Internacional do Trabalho (OIT Lisboa) – na sua reunião mensal sob o mote “Desafios da Empregabilidade Jovem Qualificada em Tempos de Pandemia”.

Estiveram presentes colaboradores dos Gabinetes de Promoção de Empregabilidade de diversas Instituições de Ensino Superior que debateram as principais ideias apresentadas na comunicação: Megatendências e Vulnerabilidades; Resultados do estudo "Youth & Covid-19: impacts on jobs, education, rights and mental well-being"; e Respostas Estratégicas (Skills e Empregabilidade).

CME planeia 2020/2021

CME Plano 20-21

No dia 30 setembro 2020, os membros do Consórcio Maior Empregabilidade reuniram online para efetuar o balanço das ações realizadas entre janeiro e julho 2020, o plano de atividades para os últimos três meses do ano e apresentar sugestões para o CME desenvolver durante 2021.

CME promove formação em Linked In

Linkedin KM

No final de maio 2020 foi realizada uma apresentação da formação "Linked In" pela formadora Karla Martins (Karla Martins Consulting) a um grupo de colaboradores das Instituições de Ensino Superior membros do CME. Em 29 e 30 julho 2020 foi realizada a sessão de formação em "Linked In" com a realização de uma reunião de acompanhamento para esclarecimento de dúvidas.

Sendo esta ferramenta um meio fundamental para a construção de relações profissionais e a consolidação de perfis profissionais, os Gabinetes de Promoção de Empregabilidade participaram numa sessão de capacitação específica para poderem apoiar os seus estudantes de forma mais eficaz em mais uma ferramenta de procura de emprego.

 

CME em parceria com a Vieira de Almeida (VdA) promove Estudo “Expectativas e Motivações de Estudantes do Ensino Superior”

estudo VdA

Entre julho e novembro de 2020, 17 Instituições de Ensino Superior participaram no Estudo “Expectativas e Motivações de Estudantes do Ensino Superior”, coordenado pelo Dr. José Sintra (Head of People Strategy - Vieira de Almeida Advogados), e que tem como objetivo perceber, junto dos estudantes das instituições de ensino superior, quais as competências mais valorizadas pelas novas gerações.

O Consórcio Maior Empregabilidade associou-se à VdA uma vez que o tema da empregabilidade está a sofrer inúmeras indecisões. Em tempo de pandemia, o ingresso no mercado de trabalho está comprometido. E o futuro reserva mais uma crise económica que irá afetar os jovens diplomados. As competências assumem, assim, uma relevância cada vez maior. O timing deste estudo é crucial para que possamos, atempadamente, identificar as competências mais relevantes e trabalhar nas estratégias de apoio aos estudantes.