Consórcio Maior Empregabilidade

cme apoios

OIT apresenta relatório sobre a crise do emprego em Portugal

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) apresentou, no passado dia 4 de Novembro, um relatório onde analisa o impacto da crise económica global no mercado de trabalho em Portugal. O relatório foi lançado numa Conferência de Alto Nível realizada na Fundação Calouste Gulbenkian, onde se reuniram membros do governo, das instâncias comunitárias, bem como representantes dos trabalhadores e dos empregadores.

O relatório - "Enfrentar a crise em Portugal: que caminhos para o futuro" - analisa a situação socio-económica no país e o seu impacto no mercado de trabalho apresentando também recomendações de políticas com maior enfoque nas questões do emprego.

Entre as várias medidas preconizadas pela OIT estão a actualização do indexante de Apoios Sociais (unidade base das prestações sociais) e o reforço do RSI, nomeadamente para as famílias com filhos, o aumento do salário mínimo assim como um programa especial para combater o desemprego jovem.

O relatório retrata um mercado de trabalho que desde 2008 perdeu um em cada sete empregos e que "não registou qualquer melhoria desde o lançamento do programa de assistêncua financeira", aliás, pelo contrário: "a tendência de desemprego crescente intensificou-se nos últimos dois anos".

O Director-Geral da OIT, o britânico, Guy Ryder, também esteve presente nessa conferência tendo afirmado numa entrevista dada ao Diário de Notícias que não é com cortes de salários que Portugal resolve a crise por que passa actualmente.

Leia aqui a versão integral do relatório.